Napster apresenta novo serviço de música “on-demand”

18/05/2009

em Negócios e TI,Novas Tecnologias

Não foi há muito tempo que o Napster era um dos serviços dominantes na distribuição de música online. Na época o Napster não tinha qualquer modelo de negócio, e ninguém (incluindo as editoras) realizaram qualquer lucro com o serviço, apesar da rede peer-to-peer ter sido extremamente popular entre os utilizadores. A empresa foi processada e rapidamente caiu no esquecimento. Agora o serviço de música Napster finalmente emergiu das cinzas e nunca foi tão atraente, mesmo após o fracassado lançamento da loja online com faixas musicais livres de DRM no ano passado. Hoje a proprietária do Naspster, a Best Buy (comprou o serviço Napster no ano passado 121 milhões de dólares), apresentou um modelo de negócio que parece ser muito interessante.

Por 5 dólares por mês, você pode descarregar e guardar cinco faixas MP3, livres de DRM por mês. Pode não parecer impressionante, mas o mais interessante é que para alem desses downloads gratuitos, o utilizador obtém acesso ilimitado, através de streaming, à biblioteca do Napster com mais de 7 milhões de faixas musicais. Outra opção é assinar o serviço por um ano, pagando 60 dólares, fica com um ano de subscrição para o serviço de música “on-demand”. Terá acesso a 60 web rádios livres de anúncios e 1.400 “playlists habilmente programadas.” Caso pretenda cancelar o serviço, terá acesso a 60 músicas… que provavelmente custariam o mesmo caso as tivesse comprado na Amazon, iTunes, ou qualquer outra loja de música online. O único senão do serviço está na impossibilidade de armazenar a musica. Irá sempre precisar de um computador, não sendo possível utilizar um leitor de MP3 para ouvir o streaming de áudio. Mas caso o modelo de negocio venha a revelar-se um exito é bem provavel que rápidamente venhamos a ver aplicações Napster para o iPhone, Windows Mobile ou Google Android.

napster

Artigo anterior:

Próximo artigo: