Como monitorizar recursos de CentOS 5 com nmon

14/07/2010

em Como Fazer,Linha de comando

Por vezes, um servidor torna-se lento devido a processos que ocorrem nos mais variados serviços e neste artigo iremos instalar o programa nmon (monitorização de recursos), de forma tentar detectar o “bottleneck” (ponto de engarrafamento) de um servidor, neste caso em CentOS 5 x86_64.

O nmon é um programa de monitorização de velocidade de serviços e/ou aplicações que pode funcionar em modo interactivo e em modo de captação de informação dos estados do sistema. Em modo interactivo, é uma alternativa ao programa “top”, dado que possui a capacidade de monitorizar tanto o estado dos serviços como do hardware, bastando utilizar os atalhos do teclado.

Para instalar em CentOS 5 e dado que não existem um pacote standard da distribuição, verifique em http://packages.sw.be/nmon/ o ultimo pacote para a sua distribuição e tranfira para o seu servidor;

# wget http://packages.sw.be/nmon/nmon-12d-1.el5.rf.x86_64.rpm

e instale;

# rpm -ivh nmon-12d-1.el5.rf.x86_64.rpm

Para executar, bastará digitar nmon na consola

nmon monitor

Na consola, possuirá a informação dos atalhos para que possa monitorizar os serviços/ processos como o seguinte exemplo;

nmon to monitor cpu network and disk io

Para obter a visualização em cima, prima “v” (detalhe), “c” (processador), “n” (rede) e “d” (discos), depois de inicializar o programa.

Em modo de captura (grava informação dos recursos utilizados em vez de os apresentar na consola), o nmon recolhe informação dos recursos seleccionados pelo intervalo de tempo defenido e grava num ficheiro, para que possa monitorizar o sistema durante o periodo de tempo pretendido e para que possa passar os dados, por exemplo, para uma folha de calculo, onde possa gerar gráficos e efectuar as análises pretendidas.

Para iniciar o modo de captura, deverá utilizar a opção “-f”, como exemplo;

# nmon -f -s300 -c576

O ficheiro criado terá o formato hostname_YYMMDD_HHMM.mon (pode também utilizar o parametro -F para defenir o nome do ficheiro a gerar). O parametro -s300 (300seg = 5min) define o ciclo de recolha e gravação dos dados e o -c576 (5min x 576 = 48h) o numero de vezes que esse ciclo será repetido.

O ficheiro gravado terá o formato de texto com os valores separados por virgulas, como no seguinte exemplo:

CPU01,T0032,1.3,0.1,0.0,98.6

T0032, significa que é o 32º intervalo do ciclo, desde o começo e os valores seguintes demonstram os niveis de utilização.

Artigo anterior:

Próximo artigo: