exemplos de utilização de executáveis em linha de comando (Cheatsheet)

16/10/2013

em Como Fazer,Linha de comando,Novidades,Truques e Dicas,Ubuntu

A maior parte dos comandos em Linux, são acompanhados com a sua respectiva documentação através do comando man.

Acontece, que ao verificar a documentação de como deveremos utilizar o comando, acontece muitas vezes que não é a forma mais eficiente. Verifique CHEAT no GitHub, que é uma simples ferramenta escrita em Pyton e que permite o acesso a “cheatsheets” para ferramentas em linha de comando. Depois de instalada, o comando “cheat” seguido da ferramenta/ comando que pretende utilizar, retorna um guia de utilizador, com exemplos do que possivelmente pretende usar.

Exemplo do resultado de “$ cheat tar

$ cheat tar
# To extract an uncompressed archive:
tar -xvf /path/to/foo.tar

# To create an uncompressed archive:
tar -cvf /path/to/foo.tar /path/to/foo/

# To extract a .gz archive:
tar -xzvf /path/to/foo.tgz

# To create a .gz archive:
tar -czvf /path/to/foo.tgz /path/to/foo/

# To list the content of an .gz archive:
tar -ztvf /path/to/foo.tgz

# To extract a .bz2 archive:
tar -xjvf /path/to/foo.tgz

# To create a .bz2 archive:
tar -cjvf /path/to/foo.tgz /path/to/foo/

# To list the content of an .bz2 archive:
tar -jtvf /path/to/foo.tgz

Para instalar, é bastante simples…

Verifique se possui o comando “git” instalado e se necessário, p.f. instale

em Debian/ Ubuntu

$ sudo apt-get install git

em CentOS/RHEL

# yum install git

para instalar (Debian/ Ubuntu/ CentOS/ RHEL);

$ git clone https://github.com/chrisallenlane/cheat.git

altere a directoria de trabalho para “cheat“;

$ cd cheat

e instale a aplicação (Debian/Ubuntu);

$ sudo python setup.py install

ou em CentOS/RHEL;

# python setup.py install

Em adição ás “cheatsheets” que acompanham, poderá fácilmente criar a sua própria. Para tal, crie uma directoria “~/.cheat” e coloque o ficheiro de texto do comando desejado.
Exemplo; Se pretender criar um “cheatsheet” para o comando nmap, crie um ficheiro com o nome “nmap” na directoria “~/.cheat” e com o seu editor de texto preferido, coloque o conteúdo desejado.

Artigo anterior:

Próximo artigo: